terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Para os nossos leitores

''Operação Nova Floresta'' foi realizada hoje Pela Policia Civil de Pedro Velho

A Delegacia de polícia civil de Pedro Velho, juntamente com os policiais militares do Destacamento de Montanhas, GTO de Canguaretama e os policiais militares do Pelotão de Pedro Velho, deflagraram na manhã de hoje, 22/12/15, a operação "Nova Floresta", com o objetivo de cumprir dois mandados de prisão preventiva contra Adriano Fernandes da Silva, residente no Sítio Cuité dos Crestes, Nova Floresta, zona rural de Pedro Velho, nascido em 05/05/1984, natural de Canguaretama/RN e João Anderson Santana da Silva, residente no mesmo endereço de Adriano, nascido em 27/07/1994, natural de João Pessoa/PB. Os dois são acusados de uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 07/12/15, juntamente com Marcilio Felipe da Costa e um menor, esses últimos encontrados mortos no dia 17/12/15 em Baia Formosa. O bando se intitulavam como "O bando de Nova Floresta" e aterrorizavam aquele distrito, impondo o terror e a lei do silêncio. Essa tentativa se deu pelo simples fato do "bando" acreditar que Otaniel Pedro da Silva, vítima da tentativa, passava informações para a polícia. No dia do crime, segundo Adriano, o menor #### teria sido o autor dos disparos, juntamente com Marcílio. Esse bando também é suspeito de ter efetuado vários disparos no destacamento da polícia militar de Montanhas, fato ocorrido no mês passado, onde Adriano teria pilotado a moto e Rodrigo efetuado os disparos. Além desses crimes, esse mesmo "bando" está sendo investigado pela participação de um roubo na cidade de Montanhas, no mês de novembro, onde levaram o carro, uma camioneta Ranger, além de vários objetos da vítima. Segundo Adriano os autores desse roubo foram Marcílio, Rodrigo e Jonatha, e que tudo teria sido a mando de "Curau", irmão de Rodrigo. Hoje, no momento da prisão, foram encontradas na residência de Adriano, 3 espingardas de fabricação caseira, todas carregadas e pronta para o uso, uma moto Pop, drogas (maconha), munições de revólver calibre 38 e de calibre 12, além de 15 celulares e um menor de iniciais J.B.A. Adriano, no momento em que as equipes chegaram em sua residência, dificultou a entrada, colocando várias crianças na frente da porta.

Via: DP-Pedro Velho

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Salário mínimo fica em R$ 871 para 2016

O Congresso aprovou a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) para 2016 com um salário mínimo de R$ 871. Em relação ao valor atual, R$ 788, o reajuste é de R$ 83.
O novo piso nacional entre em vigor a partir do dia 1º de janeiro. O governo adota uma política de reajuste do salário mínimo com base na inflação do ano anterior mais o percentual de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes. A presidente Dilma Rousseff ainda precisa confirmar o valor do piso para 2016. 
No Brasil, cerca de 51 milhões de trabalhadores ganham um salário mínimo. O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) paga o piso para cerca de 22,5 milhões de aposentados, pensionistas e beneficiários do Loas (Lei Orgânica de Assistência Social), destinado a idosos e deficientes carentes.
O salário mínimo também altera os limites de pagamento da Justiça, o seguro-desemprego e o salário família. De acordo com dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o valor ideal do salário mínimo para sustentar uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças) deveria ser de R$ 3.399,22. Ou seja, 335% maior que o valor aprovado no Congresso.
R7.COM

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

CEO do Facebook fala sobre bloqueio do whatsapp


O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, usou seu perfil na rede social para falar sobre o bloqueio ao aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp na manhã desta quinta-feira, 17. "Este é um dia triste para o Brasil. Até hoje, o Brasil sempre foi um aliado em criar uma internet aberta. Os brasileiros sempre estiveram entre os mais apaixonados em compartilhar sua voz na internet", afirmou o executivo. O WhatsApp é propriedade do Facebook desde fevereiro de 2014, quando a rede social comprou o serviço de mensagens instantâneas por US$ 21,8 milhões.

De acordo com Zuckerberg, mais de 100 milhões de brasileiros usam o WhatsApp no Brasil. Eles estão sem acesso ao serviço desde a 0h desta quinta-feira, 17, após a juíza Sandra Regina Nostre Marques, da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo determinar que as operadoras de telefonia móvel e fixa deveriam interromper a comunicação dos dispositivos móveis de brasileiros com os domínios do WhatsApp. Em nota, O TJ-SP afirmou na noite de quarta-feira, 16, que o WhatsApp não cumpriu duas ordens judiciais e, por isso, a Justiça determinou o bloqueio do serviço no País por 48 horas.

"Estamos trabalhando duro para reverter o bloqueio", disse Zuckerberg na mensagem publicada em seu perfil. A empresa, porém, não informou oficialmente se entraria com recurso na Justiça brasileira contra a decisão ou se cumpriria a ordem judicial para colocar fim ao bloqueio do WhatsApp no País. O CEO do Facebook classificou a decisão como "extrema", já que a decisão da Justiça suspendeu a comunicação entre todos os usuários do aplicativo de mensagens no Brasil, em uma estratégia para obrigar o serviço de mensagens a cooperar com a Justiça mesmo sem ter representação oficial no Brasil.

Como alternativa, o executivo do Facebook propôs o uso do aplicativo Facebook Messenger, que permite bater papo com os amigos na rede social. Esta, porém, não é a única alternativa: diversos outros serviços permitem a troca de mensagens instantâneas por meio do smartphone. O Telegram, uma das principais opções buscadas pelos usuários, informou na madrugada desta quinta-feira que já recebeu mais de 1,5 milhão de novos usuários brasileiros após o anúncio de que o WhatsApp seria bloqueado no País. A empresa afirma que está fazendo ajustes técnicos na plataforma para acomodar o grande número de usuários

WhatsApp

Logo após o bloqueio do WhatsApp se tornar efetivo no Brasil, o cofundador e CEO do WhatsApp, Jan Koum usou seu perfil no Facebook para lamentar o ocorrido. "Estamos desapontados pela decisão pelo corte de acesso ao WhatsApp, uma ferramenta de comunicação que tantos brasileiros dependem", disse o CEO do WhatsApp. "Estamos tristes de ver o Brasil se isolar do resto do mundo." O executivo, porém, não esclareceu de que maneira a empresa atuaria para reverter a decisão.

Fonte: Novo Jornal

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Ex-candidato a governador tem carro roubado ao pegar filhas na escola

Portal BO - O ex-candidato a governador do Rio Grande do Norte, o advogado Araken Farias, passou por um grande susto, no início da noite desta segunda-feira (14). Bandidos realizaram um assalto contra ele e, por pouco, não levaram uma filha de Araken dentro do carro em que roubaram dele.

Araken conta que tinha acabado de pegar as duas filhas na escola, na rua Coronel Juventino Cabral, no bairro de Morro Branco. "Estacionei o carro e desci para pegar as meninas. Quando voltei e já estava no carro, vieram dois homens armados, apontaram a arma e disseram pra eu não correr ou eles atiravam".

Ainda de acordo com a vítima, a filha mais velha conseguiu sair do veículo rapidamente e a mais nova que estava em uma cadeirinha infantil teve que ser retirada por ele. De acordo com Araken, os bandidos entraram no veículo e ameaçaram fugir ainda com a criança dentro.

"Fiquei bastante nervoso pois pensei que não iria conseguir tirá-la a tempo, mas graças a Deus consegui", disse. Depois disso, os bandidos fugiram levando o carro de Araken, um Linea, de cor branca e placas OJZ-1705.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Pobres vão comer arroz sem carne, diz Lula sobre crise brasileira

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu uma entrevista ao jornal espanhol “El País” e, entre as declarações, afirmou que a população que se beneficiou dos programas sociais para sair da pobreza extrema não devem se preocupar em retroceder.

Porém, terão que fazer alguns sacrifícoos: “Em vez de comer carne todos os dias, pois um dia vão comer arroz, por assim dizer. Isso é passageiro”, disse Lula. 

“Quando cheguei ao poder, tinha medo de terminar como [o ex-presidente polonês] Lech Walesa. Eu dizia a meus companheiros: não posso falhar, porque, se falhar, jamais outro trabalhador será presidente”, revelou na entrevista publicada nesta quinta-feira (10).

Como em ocasiões anteriores, ele desconversou quando perguntado se seria candidato em 2018: “gostaria que fosse outro. Mas, se tenho que me apresentar para evitar que alguém acabe com a inclusão social conseguida nesses anos, farei isso”.
Outro ponto abordado pelo jornal foi o pedido de impeachment da presidente Dilma, o qual Lula disse que “não tem nenhuma base legal ou jurídica”. “O que a presidente fez foi o que todos os presidentes fazem alguma vez: financiar projetos sociais e pagar depois mediante o Estado”, analisou Lula.

Via: Blog Tenente Laurentino Agora

Saneamento Básico: Henrique Alves consegue apoio para 74 municípios potiguares


O ministro do turismo, Henrique Eduardo Alves, assegurou junto ao presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Henrique Pires, apoio para a elaboração de 74 Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB). A Funasa irá disponibilizar recursos para capacitar e apoiar os municípios potiguares, com população até 50 mil habitantes, a elaborarem seus planos.

Os planos de saneamento básico serão elaborados em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Os planos são instrumentos importantes de planejamento, pois contêm diagnóstico, objetivos, programas, projetos e ações para atingir a meta de universalização do saneamento”, destacou o ministro. Henrique Alves ressaltou que muitas cidades têm vocação para o turismo. O plano prepara o município para receber obras de abastecimento de água, esgotamento sanitário e manejo de resíduos sólidos, entre outras ações da Funasa.

Atualmente, 262 municípios estão em processo de formalização dos PMSB com investimento previsto da ordem de R$ 28,2 milhões (AC, AL, PA, RN, RO, RR e SP). Além disso, 16 estados já contam com a parceria para elaboração dos planos, formalizados em 2014, além de Minas Gerais, que assinou convênio ainda em 2013. São 732 municípios atendidos com recursos de R$ 61,9 milhões (BA, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PI, SC e SE). No total serão atendidos 994 municípios com recursos da ordem de R$ 90,1 milhões.


Confira os municípios do Rio Grande do Norte incluídos no programa:

1 – Patu
2 – Jaçanã
3 – Sítio Novo
4 – Serra de São Bento
5 – Governador Dix-Sept Rosado
6 – Coronel Ezequiel
7 – Tenente Laurentino Cruz
8 – Boa Saúde
9 – Serrinha dos Pintos
10 – Almino Afonso
11 – Luis Gomes
12 – Alexandria
13 – Senador Georgino Avelino
14 – Janduís
15 – Campo Redondo
16 – Serra Caiada
17 – Lagoa d`Anta
18 – Serrinha
19 – Várzea
20 – Paraú
21 – São José do Campestre
22 – Caiçara do Rio do Vento
23 – Campo Grande
24 – Montanhas
25 – Senador Elói de Souza
26 – Caraúbas
27 – Florânia
28- Marcelino vieira
29 – Água Nova
30 – Major Sales
31 – São Bento do Trairí
32 – José da Penha
33 – Bom Jesus
34 – São Pedro do Potengi
35 – Nova Cruz
36 – Riachuelo
37 – Tangará
38 – Ruy Barbosa
39 – Santo Antônio
40 – São Rafael
41 – São Tomé
42 – Monte das Gameleiras
43 – João Câmara
44 – Rafael Fernandes
45 – Santa Maria
46 – São Francisco do Oeste
47 – São João do Sabugi
48 – Itajá
49 – Grossos
50 – Encanto
51 – Pilões
52 – Frutuoso Gomes
53 – Goianinha
54 – Riacho de Santana
55 – Jucurutu
56 – Canguaretama
57 – Monte Alegre
58 – Jandaíra
59 – Tibau
60 – Currais Novos
61 – Passagem
62 – Frutuoso Gomes
63 – Alto do Rodrigues
64 – Paraná
65 – São José de Mipibu
66 – Lucrécia
67 – Nísia Floresta
68 – Touros
69 – Tibau do Sul
70 – Rio do Fogo
71 – Serra do Mel
72 – Jundiá
73 – Passa e Fica
74 – Areia Branca

Cliente recebe cartão de crédito com xingamento no lugar do sobrenome

O que era pra ser um cartão de crédito comum, com nome, sobrenome, conta, agência e por ai vai, tornou-se dor de cabeça e constrangimento para um morador da cidade de Caçu, no interior de Goiás. Nessa quarta-feira, o empresário William Antunes Severino, de 32 anos, recebeu um cartão de crédito que ele não havia solicitado – praxe que é considerado abusivo pela Justiça – da empresa de cartão ContaSuper. O problema não foi o recebimento do cartão, mas sim meu ip um xingamento impresso no lugar dos sobrenomes do titular. Em entrevista, William afirmou que há muito tempo é cliente da ContaSuper. Ele disse ainda que “o banco não poderia ter impresso o cartão dessa maneira”. O empresário entrou em contato com a empresa, mas não teria recebido uma justificativa. Procuramos a MasterCard, empresa responsável pela bandeira do cartão Super, que ficou de divulgar uma nota sobre o caso. Procurado pelo DIA, a Super não foi encontrada para responder às acusações. 

Fonte: O Dia

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

TPR Promoções apresenta

É Sexta feira 11/12 na Eventos Fields em Montanhas RN.
Senhas a Venda antecipadamente na Drogaria Marques, Farmácia da Adriana e com Juliana esposa de Zé Roberto, bairro cidade nova a preço de R$15,00.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Assaltantes levam carro da PM e fazem reféns em Pedra Preta, RN

Agência dos Correios de Pedra Preta (Foto: Samara Damasceno / Pedra Preta em Ação)
Foto: Samara Damasceno / Pedra Preta em Ação)
G1-RN: Caso foi registrado na manhã desta quarta-feira (2). Segundo a PM, agência dos Correios seria alvo dos criminosos.
Duas pessoas foram feitas reféns e levadas juntamente com um carro da Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (2) em Pedra Preta, a 125 quilômetros de Natal. Segundo a própria PM, o alvo dos criminosos seria a agência dos Correios da cidade.
"A guarnição recebeu um chamado, pois havia pessoas suspeitas nas proximidades dos Correios. Quando os policiais chegaram, desceram da viatura e entraram na agência. Os criminosos estavam numa lanchonete. Quando viram a situação, fizeram dois cidadãos reféns e fugiram no carro da polícia, que estava com a chave na ignição", relatou o tenente-coronel Castelo Branco, da assessoria de comunicação da Polícia Militar.
Até o momento, ainda de acordo com o oficial, não há notícias sobre os reféns. Já o carro da PM, foi abandonado próximo a cidade de Jandaíra. A polícia está mobilizada e faz buscas pela região.

Zeca Pagodinho é condenado a três anos de detenção por fraude

O cantor Zeca Pagodinho foi condenado a três anos de detenção por fraude em contratos de shows da 15ª Expoagro, em 2008, e para o aniversário de Brasília. Segundo o Ministério Público de Brasília, o cantor teve a pena convertida em prestação de serviços à comunidade e pagamento de multa – o valor ainda será definido pela Justiça.

Em nota enviada ao EGO na tarde desta terça-feira, 1º, a defesa do artista informou que ele “não teve qualquer participação ou ingerência no processo administrativo que entendeu ser necessária licitação para a sua contratação”. Na nota, o advogado de Zeca, Bernardo Botelho Pereira de Vasconcelos, disse que a condenação é injusta e espera que seja revista no recurso ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Comunicação do Ministério Público do Distrito Federal, a Justiça condenou o cantor a três anos de detenção em regime aberto, pena convertida em prestação de serviços comunitários e ao pagamento de multa.

Ex-prefeito de Vila Flor é condenado a restituir mais de R$ 2,5 milhões

O Tribunal de Contas do Estado, através da Primeira Câmara de Contas, condenou o ex-prefeito do município de Vila Flor, José Eristotes Neto, ao ressarcimento de R$ 2.508,767,80, em decorrência de diversas irregularidades apontadas pelo corpo instrutivo, detectadas através de inspeção extraordinária sobre o exercício de 2004,  realizada a partir de requerimento do Ministério Público de Contas. O processo foi relatado pela conselheira Adélia Sales em sessão realizada nesta segunda-feira (30).

De acordo com a relatora, a análise técnica empreendida nos autos constatou impropriedades na prestação de contas. O órgão técnico verificou um total de R$ 1.376.551,06 atinentes à soma dos documentos de despesas entregues e o total das despesas empenhadas e liquidadas, sem comprovação da sua execução. Também foi detectado o pagamento de R$ 742.818,34 referentes a diversos pagamentos e cheques descontados, sendo que foi confirmada junto à Secretaria de Estado de Tributação a inidoneidade das notas fiscais apresentadas.

Blog Tenente Laurentino Agora

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Policiais militares fazem parto em Companhia da PM na Via Costeira

Uma ação rápida de policiais militares da Companhia de Turismo resultou em um parto bem sucedido, na tarde desta terça-feira (1º). Uma mulher passava pelo local em um táxi, quando entrou em trabalho de parto.

O taxista então parou na Companhia e, rapidamente, os policiais militares prestaram socorro à mulher, que vinha de Nísia Floresta. O major Franco informou ao Portal BO que o parto foi realizado com sucesso e a mulher deu a luz a um menino.

"Graças a Deus tudo transcorreu bem e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado e prestou atendimento à mãe e a criança logo após o nascimento, cortando o cordão umbilical e fazendo os demais procedimentos", relatou.

Ainda segundo o major Franco, o parto feito na Companhia gerou grande comoção entre todos. "Foi um momento muito bonito. Estamos todos felizes em termos ajudado a uma vida chegar ao mundo. Esse também é o trabalho da polícia e não só prender", completou.
Fonte:portal bo

Por falta de dinheiro, eleições de 2016 serão manuais, diz portaria da Justiça

Tribuna do Norte - Por falta de dinheiro, as eleições municipais de 2016 serão realizadas manualmente. É a primeira vez que isso acontecerá desde 2000, quando todo o eleitorado brasileiro começou a votar eletronicamente. A informação de que o contingenciamento impedirá eleições eletrônicas foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 30.

"O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico", diz o artigo 2.º da Portaria Conjunta 3, de sexta-feira (27). O texto é assinado pelos presidentes dos Supremo Tribunal Federal (STF), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior do Trabalho (TST), Superior Tribunal Militar (STM), Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF) e respectivos conselhos.

A portaria afirma ainda que ficam indisponíveis para empenho e movimentação financeira um total de R$ 1,7 bilhão para STF (R$ 53,2 milhões), STJ (R$ 73,3 milhões), Justiça Federal (R$ 555 milhões), Justiça Militar da União (R$ 14,9 milhões), Justiça Eleitoral (R$ 428,9 milhões), Justiça do Trabalho (R$ 423 milhões), Justiça do Distrito Federal (R$ 63 milhões) e Conselho Nacional de Justiça (R$ 131 milhões).

As urnas eletrônicas foram usadas pela primeira vez em 1996. Mas somente nas eleições de 2000 todo o eleitorado votou eletronicamente.